Postado por Janine | 0 comentários

Nova variedade de alho livre de vírus



Uma pesquisa iniciada em 2005, em Santa Catarina, resultou em uma espécie de alho nobre mais rentável para o produtor. Adaptado às regiões mais frias, essa variedade pode aumentar a produtividade em até 50%, representando um novo propulsor na economia, uma vez que não há necessidade de investimentos extras em insumos agrícolas.

A Epagri de Frei Rogério, SC, Brasil, fez a entrega de quase dois mil quilos de sementes alho livres de vírus a 16 produtores, no dia 24/03/2011.
A demanda pela nova semente surgiu pela diminuição em 1980, da produtividade, que, anteriormente, era de 4 mil hectares e  caiu para 1,5 mil hectares, depois que a contaminação de um complexo viral afetou o desenvolvimento da planta.

O pesquisador Renato Vieira explica que a semente utilizada para formar novos cultivos é o próprio bulbilho. Com isso, o produtor reserva dentes da safra anterior para fazer o plantio e a virose se perpetua ao longo dos ciclos.
Segundo Vieira, praticamente todas as sementes de alho produzidas no país estão contaminadas por esse complexo viral.

É prática comum, os produtores de alho reutilizarem as sementes do plantio anterior para os novos cultivos. Isso diminui os índices na colheita, devido aos vírus, apesar de evitar o gasto na organização das lavouras.

A semente de alho livre de vírus custa cerca de 40% mais do que a tradicional. Conforme Anderson Feltrim, também pesquisador da Epagri, o produtor precisa adquirir novos bulbos a cada três anos, ou seja, tem mais duas safras consecutivas para reutilizar os bulbos.
No momento, depois das matrizes com bulbos limpos serem preparadas na Epagri de Frei Rogério (SC), são levadas para serem multiplicadas numa outra propriedade em Fraiburgo (SC).

O Agricultor produz as sementes e repassa os royalties à empresa. O quilo do produto custa em média 10 reais. As novas sementes dessa safra já estão disponíveis.
Mais informações no Escritório da EPAGRI em Frei Rogério, pelo telefone (49) 3257-0045

Fontes:


Para não errar na quantidade, quando utilizar o alho:

1 dente de alho amassado para temperar cada quilo de carne crua de frango, de porco ou de boi;

1 dente de alho (frito) para cada xícara de farinha quando fizer farofa;

2 dentes de alho amassados para cada 500 gr de arroz (nem precisa fritar, colocar tudo junto para cozinhar, sem óleo);

3 dentes de alho amassados para fritar cada quilo de camarão alho e óleo;

4 dentes de alho (amassados) quando fizer 500 gr de macarrão no alho e óleo;

5 dentes de alho para cada 500 gramas de carne moída (ou molho a bolonhesa);

"O alho é uma erva medicinal das mais antigas (encontram-se receitas de alho em tabuletas sumerianas de 3000 a.C.). Louis Pasteur observou suas propriedades antibacterianas em 1858. Durante a Primeira Guerra Mundial, era amplamente utilizado em curativos de ferida e na prevenção de infecções, depois, novamente pelos soldados russos na Segunda Guerra Mundial (...). Os estudos epidemiológicos sugerem uma redução de câncerers de rim e próstata nas pessoas que mais o consomem" (SHREIBER, Anticâncer, prevenir e vencer usando nossas defesas naturais, pg. 166).

A maneira mais saborosa e saudável de utilizar o alho é amassado e temperado com cúrcuma e curry, refogado em um pouco de azeite, misturados aos legumes cozidos juntamente ou no vapor. Também podem ser consumidos crus, com azeite de oliva em pães multigrãos.

Geleia de abacaxí com alho e azeite e oliva

Ingredientes

1/2 abacaxí
2 cabeças de alho
1/2 xícara de azeite de oliva
1/2 xícara de mel
1 xícara de chá de açúcar
2 xícaras de chá de água

Modo de fazer

  1. Descasque o abacaxí, retire o miolo e pique
  2. Descasque os dentes de alho e coloque-os em uma panela
  3. Adicione o mel, a água e cozinhe em fogo médio, mexendo de vez em quando por cerca de 15 minutos
  4. Deixe esfriar um pouco
  5. Coloque no liquidificador a mistura de mel, água e alho cozidos, adicione o abacaxí, o azeite de oliva e o açúcar
  6. Bata mais dois minutos até obter um purê
  7. Leve ao fogo tudo, novamente, mexendo sempre até ferver
  8. Abaixe o fogo e deixe cozinhando por uns 20 a 25 minutos com a panela tampada, mexendo sempre até ficar uma geleia. Sirva com pratos doces, pães e carnes e peixes salgados.

Curiosidade: o alho era utilizado como medicamento pelos egípcios para curar infecções e dores de cabeça.

0 comentários:

Atenção

"As informações e sugestões contidas neste site têm caráter informativo e não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, nutricionistas, agrônomos e outros especialistas."