Postado por Janine | 0 comentários

Feijoada com verduras


Assim como o cozido mineiro, a feijoada é uma instituição nacional. Mas no blog  "Comidas simples" é diferente das feijoadas tradicionais, pois acredito que não devemos incluir no nosso cardápio diário, aquela grande quantidade de gorduras e carnes da tradicional feijoada. No ambiente alimentar cotidiano, menos é mais. Menos gordura é mais saúde, menos carne na mesa é mais biodiversidade no campo. Assim é a feijoada light ou feijoada com verduras .
Historicamente, por convenção, acredita-se que a feijoada teve origem no século XVI, nas senzalas, produto da culinária dos negros escravizados. Os restos menos nobres dos animais,  como pé do porco e orelhas, por exemplo, eram aproveitados e cozidos nas raras horas sem trabalho.
Mas não foi bem assim. O feijão é uma leguminosa de origem sul-americana, porém, a palavra feijão foi encontrada na literatura portuguesa desde o século XIII. Entretanto, os índios, bem antes da chegada dos portugueses e seus escravos, já plantavam e consumiam feijões e o denominavam de comanda, comana ou cumaná, um feijão selvagem, com grãos bem diferentes uns dos outros e irregulares. Algumas tribos o plantam até os dias atuais e os estudiosos de Agroecologia vêm resgatando os antigos modos de plantio, juntamente com as árvores das florestas.
No século XIX, todos os viajantes que passaram pelo Brasil, mencionaram a importância do feijão como alimento nacional. O pintor Debret, que esteve no país nos anos de 1816 e 1831, ficou famoso ao retratar três  quadros no Rio de Janeiro relatando o cotidiano e os produtos diretamente ligados ao consumo do feijão na época.

Feijoada com verduras 

Ingredientes

Você vai precisar da panela de pressão com capacidade para 4,5 litros

1/2 kg de feijão da espécie que você tiver na sua região (carioquinha, vermelho, preto, azuqui, etc...)

4 litros de água
100 gr de lombinho defumado
1 linguiça cortada em rodelas pequenas
200 gr de carne de peito de boi bem limpo
1 colher de sopa de vinagre de maçã (ou vinho branco)
1 cebola
4 dentes de alho
1 colher de sopa de salsinha picada
2 cenouras médias
1 batata doce média
1 chuchu médio (opcional)
1 maço de couve mineira
2 folhas de louro
1 colher de chá de orégano
1 colher de manteiga para refogar a couve
sal e pimenta a gosto

Modo de fazer

  • Aqueça a linguiça em rodelas numa frigideira antiaderente. Se formar um caldo de gordura, descarte a gordura. 
  • Descasque as verduras, retire a parte interna do chuchu. Corte tudo em 4 partes.
  • Pique a cebola e ao alho e acrescente à linguiça, mexendo sempre para não queimar. Reserve.
  • Escolha o feijão, lave, coloque para cozinhar na panela de pressão com a água, o louro, o orégano e o vinagre, juntamente com o lombinho defumado e o peito, por 40 minutos (conte o tempo depois que a panela começar a "chiar").
  • Retire do fogo, esfrie a panela de pressão antes de abrir, então retire as carnes e reserve.Coloque para cozinhar as verduras cortadas em 4 partes, até que fiquem macias, exceto a couve mineira. 
  • Aqueça o alho, a cebola e a linguiça em rodelas na frigideira, coloque três conchas de feijão e a salsinha. Amasse um pouco o feijão, incorporando bem a mistura. 
  • Coloque tudo na panela de pressão, mantendo-a aberta. Coloque o sal e a pimenta para finalizar.
  • Enrole as folhas de couve todas juntas e corte-as em tirinhas pequenas, refogue na manteiga.





Bom apetite!





Dicas:

  • Não coloque o sal para cozinhar o feijão. Deixe o sal por último, quando os grãos estiverem abertos.
  • Você pode escolher as verduras que lhe forem do agrado ou as que estão na melhor safra, denpedendo da região: batata inglesa, abóbora, nabo, quiabo...

ATENÇÃO: A PANELA DE PRESSÃO DEVE ESTAR SEMPRE BEM LIMPA, PRINCIPALMENTE A TAMPA. JAMAIS DEIXE ENTUPIR A VÁLVULA CENTRAL. RETIRE A BORRACHA DE VEDAÇÃO E LAVE-A CADA VEZ QUE USAR.



0 comentários:

Atenção

"As informações e sugestões contidas neste site têm caráter informativo e não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, nutricionistas, agrônomos e outros especialistas."