Postado por Janine | 0 comentários

Frutas cristalizadas e frutas secas

19/12/2014
Pensando em alternativas para aquelas frutas fora dos padrões, com algumas manchas, de tamanhos muito pequenos ou muito grandes, as chamada frutas feias é que tive a ideia de fazer esta postagem.
Aproveitando a época natalina, onde a tradição faz aumentar o consumo das frutas secas e cristalizadas,  pensei em pesquisar e mostrar essas técnicas milenares de conservação de alimentos.
Duas técnicas diferentes de conservação de frutas usadas por nossos antepassados e que utilizamos ainda hoje são a cristalização e a secagem das frutas. A cristalização consiste em retirar a água da fruta e substituir por açúcar e a secagem consiste apenas em retirar a água da fruta, que pode ser de maneira natural, ao sol ou em fornos.  O objetivo inicial era estocar o alimento no período entre safras e invernos longos e rigorosos, ou quando nossos ancestrais faziam longas viagens náuticas e terrestres. Hoje é uma alternativa mais natural de ingerir uma gostosura doce.
A cristalização  glaciação ou confeito é uma técnica que remonta 4.000 mil anos. Proveniente do Egito, a princípio era utilizado o mel de abelha em sua elaboração.

Existem ainda, os doces de frutas em calda e de frutas cozidas.
Abaixo tem receita de calda da fruta que mais gosto de fazer em calda: a goiaba.


CRISTALIZAÇÃO
Ingredientes

1 abacaxi pequeno cortado em rodelas
2 laranjas
2 limões
1/2 kg de açúcar
1 pitada de sal
água o quanto baste para cobrir as frutas

Modo de fazer

1. Corte todas as frutas em rodelas, retire as sementes.  Coloque o abacaxi numa panela e as laranjas e limões em outra.
2. Cozinhe na água em panela tampada até murcharem (mais ou menos 20 minutos).
3. Retire com uma escumadeira e coloque em uma travessa lado a lado delicadamente
4. Reserve 200 ml da água de cozimento e leve ao fogo por uns 3 minutos com o açúcar para dissolver, mexendo sempre.
5. Adicione as frutas e deixe ao fogo por cerca de 30 minutos
6. Retire as frutas da panela, deite em uma grelha ou papel manteiga e leve ao forno a  130º até secarem.

As frutas cristalizadas podem ser usadas em bolos, pães e mesmo puras, mas com moderação pois contém muitas calorias.


 
Você também pode aproveitar as cascas de frutas para cristalizar.


SECAGEM

A secagem ou desidratação das frutas é uma técnica que pode ser feita com o calor natural do sol. Os frutos a serem secos podem ser inteiros, como os damascos, em pedaços como os tomates e as bananas ou até em lâminas bem finas como as maçãs e os caquis. São ótimas opções para dietas com baixas calorias, pois conservam muitas propriedades das frutas in natura e podem substituir os doces.

Para desidratar o damasco, por exemplo lave-os e coloque-os sobre uma grade ou tabuleiro ao sol ou forno com fluxo de ar quente. As maçãs  e os caquis podem ser cortados em rodelas finas.
Para que a frutas não fiquem expostas a insetos ou outros animais, cubra com uma tela fina de tecido ou rede. Ao anoitecer, retire as frutas do ar livre pois o orvalho as umedecerá.
Atualmente existem maneiras muito seguras e econômicas de desidratar frutos como o utensílio da figura.
As frutas secas podem compor receitas de barrinhas de cereais.






GOIABAS BRANCAS EM CALDA DE CANELA
Ingredientes

1 dúzia de goiabas brancas
2 xícaras de açúcar 
1 copo de água
1 colher de sopa de canela
12 gotas de limão

Modo de fazer

Descasque as goiabas e corte-as ao meio
Retire as sementes e coloque-as numa panela com a água e o açúcar para cozinhar.
Amasse as sementes com uma colher de pau ou socador para que a calda fique com gosto de goiaba. Depois de 3 minutos cozinhando, retire do fogo e coe as sementes.
Cozinhe as goiabas descascadas na calda por mais 2 minutos em fogo baixo. 
Adicione as gotas de limão. Por último a canela em pó.

Pode ser servida pura ou com qualquer tipo de queijo, natas, creme de leite, sorvete, bolo e até com pão. Delícia!!


Março é época da goiaba do mato

0 comentários:

Atenção

"As informações e sugestões contidas neste site têm caráter informativo e não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, nutricionistas, agrônomos e outros especialistas."